Ajude a implementar o projeto de divulgação científica do Prof. Marcos Vital!

Abri um espaço no blog a pedido de um colega, Prof. Marcos Vital, que gostaria de lhes falar sobre seu projeto divulgação científica. A ideia é preencher uma lacuna muito importante, então vale a pena dar uma força a ele!

Vejam abaixo a mensagem do Prof. Vital:

“Oi, pessoal!

Meu nome é Marcos Vital e eu sou professor e pesquisador na UFAL, em Maceió, onde coordeno o Laboratório de Ecologia Quantitativa e ministro disciplinas de Ecologia, Biomatemática e Bioestatística (e outras coisas que costumam meter medo na galera da Biologia, rs). Eu e meus alunos estamos envolvidos com pesquisas ligadas às grandes áreas de Ecologia e Biologia da Conservação e estamos muito interessados em promover a divulgação do conhecimento científico.

No momento, temos um grande projeto em mente, que envolve produzir material didático – especialmente sobre Bioestatística e suas aplicações no R – voltado para a galera que morre de medo do assunto (já temos até um pouco de material aqui). Queremos também fazer divulgação científica com o objetivo de atingir tanto pessoas da área da Biologia quanto pessoas que não possuem formação acadêmica. A nossa grande “missão” é envolver as pessoas com a ideia de que o conhecimento científico deve ser algo sempre livre e acessível para todos. Acreditamos que promovendo isso nós estaremos fazendo algo de bacana para o mundo à nossa volta. Tendo isso em mente (e considerando o cenário sinistro para os financiamentos científicos no Brasil), nós criamos uma campanha de financiamento coletivo no Kickante para tentarmos conseguir recursos para equipar o LEQ e tocar toda esta proposta para frente.

E aí que entram vocês! Qualquer um pode contribuir, seja doando qualquer valor (pode ser apenas 10 reais, que já vão ter um grande impacto para a gente) ou ajudando com a divulgação da nossa proposta (um simples compartilhamento no facebook já é algo fantástico, pois nos ajuda a alcançar um número maior de pessoas). Nós também temos uma página no facebook, que usamos para divulgar o material que produzimos, se quiserem apareçam por lá.

Confiram a nossa campanha e contribuam um pouquinho com a gente! :D”

Kickante-logo
Anúncios

6 Replies to “Ajude a implementar o projeto de divulgação científica do Prof. Marcos Vital!”

  1. Opa, meio atrasado aqui, mas lá vai: muitíssimo obrigado pela força, Marco, é muito importante pra gente receber este tipo de divulgação! 😀

    E aí, aproveitando que está rolando uma discussão legal sobre o assunto: o curioso é que a origem desta campanha não foi o cenário de crise. A ideia nasceu lá no final do ano passado, e eu e meus alunos fomos maturando, pensando, e acabou demorando para nascer. Mas aí ela acabou saindo agora, com todos os cortes (pqp, o CNPq anunciou cortes no Universal!), então acho bacana pensar neste tipo de campanha como alternativa por conta do cenário atual.

    Mas o que nos motivou, no fundo, foram duas coisas:

    1 – A gente queria financiamento para a ideia toda, com foco na divulgação científica e produção do material didático. Seria beeeem difícil encaixar isso aí em um projeto de pesquisa, ficaria forçado. Então não dava para recorrer aos editais tradicionais mantendo o projeto que a gente queria.

    2 – A gente também queria algo que fosse envolver o nosso público alvo desde o nascimento do projeto, para que eles se sentissem parte, saca? Acho muito bacana o processo todo, que acaba envolvendo as pessoas com o nosso trabalho.

    3 – Ah, tem outra, hehe. Outra coisa bacana (não foi planejado, mas saquei no meio do caminho) é que o formato todo, menos tradicional, permitiu um envolvimento pesado dos meus alunos no processo de criação da campanha. Foi algo bem coletivo do laboratório, envolvendo todo mundo, o que também é uma ótima coisa.

    1. De nada, Marcos! Realmente o seu pedido gerou uma discussão muito interessante. Como disse, eu mesmo vou experimentar crowdfunding em breve. 😉

  2. Eu já tinha visto a campanha, uma excelente iniciativa do Prof. Marcos. Porém triste para quem trabalha com ciência. Já haviam poucas verbas para pesquisas no Brasil, agora com esta “crise” que o país está passando estamos mais que sucateados estamos num limbo. Mesmo que queiramos fazer a diferença, sem um financiamento é quase impossível.

    1. Sim, a crise não está mole, não. Já rolavam conversas de bastidores há anos sobre o quanto os gastos do governo, mesmo com C&T, eram insustentáveis. De qualquer forma, penso que uma crise pode ser vista como um bom momento para reflexão, em que podemos deixar de fazer as coisas como costumamos, buscando novas soluções. Eu mesmo penso em usar crowdfunding ainda este ano para um projeto. Estou cansado de depender dos governos (não apenas deste especificamente) para tudo. No Brasil, as políticas são voláteis demais, mudam demais com as trocas de governo ou mesmo com as mudanças de humor de um mesmo governo. Independência e autonomia de verdade só existem para quem tem a receita vindo de várias fontes e não apenas de uma única fonte central mega-poderosa.

  3. É vergonhoso um professor ter que apelar para um crowdfunding quando a pesquisa nas universidades, mormente nas federais, deveria ser largamente subsidiada.

Comentários encerrados.