Alunos de Ecologia contribuindo para a Wikipedia

Este semestre, alguns alunos de Ecologia da UFMG ajudaram a melhorar a Wikipedia. O resultado foi muito legal!

Isso aconteceu dentro da disciplina de graduação Ecologia I do curso diurno em Ciências Biológicas. Essa disciplina foi ministrada agora em 2017/1 por mim e pelo Prof. Adriano Paglia.

Além de outras atividades, a disciplina sempre contou com um trabalho final em grupo, que deve ser desenvolvido ao longo do semestre. Esse trabalho vinha sendo feito há muitos anos na forma de um projeto de pesquisa. Os alunos deveriam pensar no projeto e escrevê-lo, mas sem chegar a executá-lo. Essa parte eles treinam em Ecologia II, no semestre seguinte, em outros projetos. O objetivo em Ecologia I, portanto, sempre foi treinar o pensamento científico e a organização de uma ideia para pesquisa.

Adriano e eu decidimos experimentar algo diferente. Como nem todos os biólogos em formação almejam se tornar cientistas, achamos que a disciplina deveria apresentar outras vias. Assim, demos aos alunos desta turma três alternativas de trabalho final:

  1. Projeto de pesquisa
  2. Verbete na Wikipedia
  3. Vídeo no YouTube

Na alternativa 1, os alunos com mais inclinação para a pesquisa poderiam elaborar um projeto da maneira tradicional, como sempre foi feito.  Nas alternativas 2 e 3, o foco seria a divulgação científica. Não cobrimos o ensino, porque os alunos já desenvolvem várias atividades relacionadas nas disciplinas da licenciatura.

Bom, o ponto era o seguinte. Vocês já notaram como às vezes um mesmo tema na Wikipedia ou no YouTube tem conteúdo extenso em inglês, mas minúsculo em português?

É claro que os verbetes ou temas em inglês sempre tendem a ser maiores e melhores do que em outros idiomas. Isso porque essa é a língua franca do nosso tempo. Logo, muito mais gente pode ajudar a produzir conteúdo. Mesmo assim, queríamos ajudar a diminuir esse abismo.

Tanto no caso da Wikipedia quanto do YouTube, o grupo deveria identificar um tema pobremente tratado em uma das duas plataformas e contribuir para melhorar seu conteúdo. O tema, naturalmente, deveria pertencer ao domínio conceitual da disciplina (de nicho ecológico a biomas).

De 8 grupos, 6 escolheram a Wikipedia e 2 escolheram o projeto de pesquisa. Confiram aqui os verbetes que foram melhorados pelos nossos alunos:

  1. Ecologia Comportamental
  2. Metapopulação
  3. Endogamia
  4. Visitantes florais
  5. Princípio da exclusão competitiva

Os temas dos projetos de pesquisa foram:

  1. Endogamia em micos-estrela como consequência da urbanização
  2. Interações entre morcegos e flores em uma mata urbana

No caso da Wikipedia, os verbetes editados tinham um conteúdo bem pequeno, que foi ampliado consideravelmente pelos grupos.

Dois grupos de Wikipedia escolheram como tema Ecologia Comportamental. Essa sobreposição acabou tendo grande valor pedagógico, porque eles vivenciaram o fenômeno do conflito de edições online. Assim, os grupos tiveram que se comunicar e negociar as edições, com a ajuda de um editor oficial da Wikipedia.

Os alunos nos deram um feedback muito positivo. Eles nos disseram principalmente que editar a Wikipedia ajudou a quebrar preconceitos contra a plataforma que tinham sido criados por seus professores da escola.

Infelizmente, mesmo dentro da universidade, onde as mentes deveriam ser mais abertas a novidades, muitos professores ainda boicotam a Wikipedia. Principalmente por não entenderem direito como ela funciona e para que ela serve. Mas o preconceito vem diminuindo aos poucos e essas ferramentas mais modernas vão aos poucos sendo incorporadas no ensino superior.

O que vocês acharam dos verbetes editados? Alguns de vocês já tentaram outras experiências alternativas assim com trabalhos finais de disciplinas? Seria legal compartilharmos nossos resultados.

Agradecimentos

Agradecemos especialmente ao Paulo Peixoto, à Reisla Oliveira e ao Nelson Pinto pela ajuda que deram aos alunos focados em Ecologia Comportamental. Também somos muito gratos aos demais colegas que ajudaram nossos alunos sem nós sabermos.

 

1200px-Wikipedia-logo-v2-en.svg

Anúncios

22 respostas para “Alunos de Ecologia contribuindo para a Wikipedia”

  1. Fiz uma editathon em uma disciplina de Fisiologia que foi um sucesso. Não só o resultado foi interessante do ponto de vista de difusão do conhecimento, como também os alunos se reconheceram no produto final. Foi bem legal

  2. Caramba, Marco, que relato mais legal! Adorei a ideia, e com certeza vou experimentar um pouco com este tipo de proposta em algumas das minhas disciplinas. Funciona muito bem como forma de avaliação, e de quebra acaba quebrando um grande galho na construção de boas páginas na Wikipedia. Fantástico!

    1. Obrigado, Marcos! Nos últimos anos venho experimentando coisas novas tanto nas aulas quanto nas avaliações. Hoje há tantos meios disponíveis, que o limite no ensino é só a nossa criatividade e a disposição dos alunos. Um abraço!

      1. Sim, com certeza! Tem muita coisa legal para ser aplicada em sala de aula, e várias delas contam com respaldo de pesquisas que medem os resultados nas notas dos alunos.

        Uma técnica que eu inseri recentemente na minha disciplina de Biomatemática, após ler um pouco a respeito, foi a de ter pequenas avaliações no começo de algumas das aulas. O esquema, resumidamente, é: você passa algum material de leitura introdutório sobre o tema a ser abordado, aplica uma avaliação nos primeiros minutos da aula (eu costumo planejar para 10 a 15 minutos), e depois segue com a aula usando a avaliação como gancho.

        Desde a primeira tentativa vi que o efeito é muito bom: a avaliação acaba fazendo eles levarem à sério e lerem o material, e o efeito prático é que a aula depois rende muito mais, pois eles já começaram a pensar no assunto e acompanham a aula com mais facilidade e fazendo mais perguntas.

        No meu caso, como o tema dá medo nos alunos, eu aplico as avaliações em duplas e permitindo consulta, o que deixa a turma mais tranquila mas mantem o efeito desejado no aprendizado.

        Acho que o mais importante, para nós professores, é não cairmos numa zona de conforto e continuar ensinado sempre do mesmo jeito. Isso é muito fácil de acontecer…

  3. Quando na dissertação citei o Wikipedia como referência, no intuito que fosse um verdadeiro dicionário de verbetes técnicos como seria o velho Aurélio para termos da língua pátria, fui execrado por um dos bancas. Mas, como estava em um Programa interdisciplinar que prezava pela divulgação científica e pela cultura de dados abertos, acredito que tenha sido coerente. Parabéns pela inciativa.

    1. Obrigado! Infelizmente, já vi vários casos assim. As pessoas têm preconceito demais contra a Wikipedia. Eu, que sou da época de estudar com o Conhecer, a Barsa e a Brittanica, considero a Wikipedia uma evolução sensacional.

  4. Grande prof. Marco, que ideia bacana, parabéns a vocês! Não sou professor, mas passarei a estrategia para os que conheço… Sei de um avaliação que gerou um vídeo no You Tube, vou ver o endereço para compartilhar. Os verbetes ficaram ótimos, bem completos e inteligíveis, parabéns pela qualidade da informação e contribuição!

    1. Oi Maricélio, quanto tempo! Obrigado por suas palavras! Eu curti a experiência e vou continuar investindo em formatos diferentes para trabalhos finais.

  5. Que legal!
    Uma vez eu tinha lido, num blog (talvez no Dynamic Ecology), sobre uma experiência de edição na Wikipedia que não deu certo – as edições foram apagadas, possivelmente porque alguém que nunca tinha editado nada fez muitas modificações, e entenderam que isso era spam.
    Vocês entraram em contato com a equipe da Wikipedia pra falar que era projeto de disciplina, pra evitar que algo assim aconteça? Se não entraram, acho recomendável fazê-lo, porque ter as edições desfeitas pode ser muito frustrante pros alunos.
    🙂

    1. Oi Pavel! Bom te ver por aqui. Obrigado! Os alunos conversarem com um dos coordenadores. De qualquer forma, já avisei a eles que precisam dar um polimento final dos verbetes, para ficarem dentro das normas de formatação.

  6. Ótima ideia, Prof. Marco! Essa foi uma excelente maneira de fazer com que os alunos aprendam o conteúdo com profundidade, ao mesmo tempo que dão uma contribuição consistente para o aprendizado de outras pessoas. Muito bom! Deu vontade de aplicar a mesma estratégia em algumas de minhas disciplinas. Parabéns para você e para o Prof. Adriano Paglia!

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s