On the salutary effect of the Kudos Email

A gratidão tem um poder maior do que a gente imagina. Expresse-a sem medo!

The Kaspari Lab

If you like someone’s work, don’t just cite them, write them!

We scientists are hard on ourselves. We obsessively check and recheck our data. We expose our nascent manuscripts to the keen scrutiny of co-authors, mentors, and anonymous peer review. Most of the time, the reviews are critical. Sometimes they are downright unkind. Ultimately, we hope, our revised manuscript pasts muster. Then we get to enjoy the scrutiny of a copy-editor and in the process discover typos that have survived, unscathed, through the gauntlet. Little wonder that on publication our feeling is mostly relief, rarely joy.

Why do we do it? As scientists, we constantly court criticism because it helps us to find our errors. I rarely read a review that is not in some way constructive, if only in the sense of “I need to communicate this better”. (1) And in any creative endeavor, discovering our failures, large and small, improves our work in…

Ver o post original 730 mais palavras

Anúncios

4 respostas para “On the salutary effect of the Kudos Email”

  1. Obrigado por compartilhar essa postagem!

    É algo simples de fazer, mas sempre acabamos ou esquecendo ou deixando de lado na correria do dia a dia. Tentarei me atentar mais a expressar gratidão de vez em quando.

    1. De nada! Especialmente em ambientes competitivos, como a Academia, demonstrações de gratidão e afeto podem até mesmo salvar colegas de desenvolverem transtornos psicológicos.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s