Quatro milhões!

Em dezembro de 2019 atingimos uma nova marca: 4 milhões de acessos acumulados!

Dessa maneira, começamos 2020 agradecendo a vocês, leitores, que nos têm prestigiado desde antes de inaugurarmos oficialmente o blog: muitíssimo obrigado!

Após uma fase inicial de textos avulsos, o blog nasceu em sua versão atual em 2012 como uma iniciativa solo. Mais recentemente ele se tornou um trabalho de equipe. Hoje nós discutimos cada nova ideia cuidadosamente antes de ela ser desenvolvida em um post. E cada post é lapidado e polido para atingir a maior qualidade possível antes de ser publicado.

Nossas publicações inicialmente focavam em dar dicas para os aspiras. Ou seja, estudantes de graduação, mestrado e doutorado que desejam se tornar cientistas profissionais. Contudo, ao percebermos uma mudança no perfil dos leitores, começamos a escrever mais textos para novatos e sêniores, nossos colegas que já conquistaram o doutorado. Hoje, após mais mudanças serem detectadas, levamos em consideração também as demandas de não-acadêmicos, que gostariam de entender melhor o que é a ciência e como funciona a academia.

Explicar a academia muitas vezes envolve mexer em vespeiros. O que não falta na internet é gente policiando o pensamento alheio. Mesmo assim acreditamos que é vital falarmos de maneira franca não apenas sobre as delícias da ciência, mas também sobre suas dores. Isso porque, nos cursos de ciências naturais (Biologia, Física, Química etc.), o ensino é quase inteiramente focado no conteúdo de cada área. Quase não se fala aos alunos sobre a carreira em si.

Assim, continuaremos firmes na missão de descortinar o nosso pequeno mundo para um público cada vez mais amplo. O que nos anima é que 2019 representou uma virada na divulgação científica brasileira. Parece que a longa crise pela qual passamos, que se transformou em uma guerra contra a ciência e as universidades, tem um lado positivo. Finalmente uma massa crítica de colegas despertou para a importância de nos comunicarmos melhor com a sociedade. Coisa raríssima antigamente, agora vemos a extensão em suas diferentes vertentes ser valorizada até mesmo por agências de fomento antes focadas apenas na pesquisa. O ponto é que a Academia presta inúmeros serviços à população, mas falta explicarmos isso para as pessoas de uma forma mais eficiente.

Nós aqui no blog também queremos nos tornar mais eficientes. Para isso contamos com a colaboração de vocês, não apenas lendo e compartilhando os nossos posts, mas também nos fazendo elogios e críticas, além de sugestões de temas de interesse.

Um forte abraço,

Marco, Alexandre e Renata

 

(Fonte da imagem destacada)

 

8 respostas para “Quatro milhões!”

  1. Olá pessoal,

    Conheci o blog depois que entrei no mestrado em 2018. Passei muito tempo fora da academia, mas sempre quis retomar as pesquisas que deixei. Já li quase tudo o que tem aqui no blog e também comprei o livro (vale a pena!). Gostaria de deixar meus parabéns a vocês e que continuem com a dedicação com o blog.
    Demoramos a nos dar conta de que divulgar ciência é importante, mas não é trivial. Aprender as novas formas da comunicação são de extrema importância.

    Um abraço a todos.

  2. Olá, Marco, Alexandre e Renata,

    Ainda não tive o prazer de trocar palavras com o Alexandre e a Renata, mas já pude compartilhar algumas vitórias e derrotas na área acadêmica com o prof. Marco.

    Meus parabéns pelo trabalho e pela conquista!
    Acompanho o trabalho do “Sobrevivendo na Ciência” há muito tempo, desde 2013, creio eu, e sempre aprendi um bocado com cada nova publicação.

    Um abraço a todos vocês e continuem com o belo trabalho,
    Lucas Palhão

    1. Oi Lucas,

      obrigada. Pois é, entrei no blog no início do ano passado, mas já era leitora e discutia os posts com o Marco desde os primórdios! Vamos que vamos em 2020! Amanhã tem post novo..

      abraços,

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.