O que fazer quando você não curte o seu orientador?

Achar um bom orientador é fundamental para se tornar um cientista profissional, mas essa não é uma missão fácil. Logo, você, aspira, provavelmente vai errar uma ou mais vezes até achar a pessoa certa para o seu perfil. O que fazer então no meio do caminho, quando você escolhe errado?

Continue Lendo “O que fazer quando você não curte o seu orientador?”

Anúncios

Vale a pena escrever a minha tese no formato clássico de dissertação?

Esta é uma pergunta que muitos alunos me fazem e que já abordei en passant em outro post. Ela ainda gera polêmica, embora já esteja se chegando a um consenso sobre as vantagens de escrever teses* na forma de coletânea de artigos científicos. Aqui vou abordar essa questão do ponto de vista das ciências naturais.

Continue Lendo “Vale a pena escrever a minha tese no formato clássico de dissertação?”

O que faz um trabalho científico ser original?

Chegou a vez de tratar de outro tema estressante para a maioria dos alunos: a originalidade de um trabalho científico. Muitos só começam a se preocupar com isso no doutorado. Porém, trabalhos originais deveriam ser cobrados desde a iniciação científica. Mas por quê? Aqui explico um pouco sobre os diferentes conceitos de originalidade usados na ciência e seus vieses culturais.

Continue Lendo “O que faz um trabalho científico ser original?”